DESMISTIFICANDO O COACHING


Não tem milagre, então não é charlatanismo!

Você já ouviu falar em coaching com certeza, está por todo lado, parece que todo mundo virou Coach de repente não é mesmo?

Pois é, de uns anos para cá ser Coach virou a tábua de salvação para muita gente e como em qualquer profissão, existem os profissionais bons e os ruins. Mas deixando de lado a polêmica que tem se formado por aí, você já procurou saber a fundo o que é coaching o que ele faz?

A palavra Coach vem de coche, sim aquele tipo de carroça que conduzia as pessoas, transportando-as aos seus destinos desejados, mais tarde a expressão se conectou aos treinadores esportivos, a tradução literal da palavra Coach é treinador. Aquele que treina e prepara atletas para melhorarem seus resultados e chegarem aos seus objetivos.

Esse profissional precisava conhecer muito sobre a natureza humana, motivação, técnicas e conceitos de desenvolvimento pessoal e utilizar ferramentas que o ajudassem nessa tarefa.

Por volta dos anos 60, as técnicas foram levadas para o mundo corporativo e cresceu muito ajudando empresas melhorassem seus resultados através do desenvolvimento de seus colaboradores, afinal são as pessoas que geram resultados e quanto mais desenvolvidas e preparadas elas forem melhores serão os resultados. Pois bem.

Aos poucos os processos de coaching ultrapassaram as portarias das empresas fazendo com que cada vez mais pessoas procurasse a ajuda de um profissional em Coach para ajudar em seu desenvolvimento como pessoas em busca de melhorar os diversos aspectos da vida.

O QUE NÃO É COACHING

Não é terapia, não é tratamento, não é cura. Esse tem sido o grande erro ao longo dos últimos anos. A falta de conhecimento das pessoas e o despreparo de alguns profissionais, confundiram e distorceram o real objetivo desse profissional e de suas técnicas.

O QUE O COACHING PODE FAZER POR VOCÊ?

Pense na sua vida como se fosse uma roda de bicicleta com seus raios. Cada raio é um aspecto ou área importante que compõe a sua vida:

  • Pessoal: Composto por Saúde e disposição, Desenvolvimento intelectual e Equilíbrio emocional

  • Profissional: Que engloba Realização e propósito, Recursos financeiros e Contribuição social

  • Relacionamentos: Que trata de Família, Desenvolvimento amoroso e Vida social

  • Qualidade de vida: Que tem Criatividade, hobbies e diversão, Plenitude e felicidade e Espiritualidade.

Ainda pensando em cada aspecto desse como um raio de bicicleta, imagina uma roda que tivesse cada raio com um tamanho diferente. Um bem grande, outros dois médios, muito bem pequenos. Agora pense em como seria sua jornada numa bicicleta com uma roda assim. O que vem a sua cabeça? Se pensou solavancos, quedas, desconforto, dores, cansaço, frustração, você está certo. É assim, quando temos uma vida fora de controle, com os aspectos todos em desequilíbrios. Sentimos frustração, sofrimento, desconforto, dificuldades e muito mais.

É aí que o coaching entra para auxiliar as pessoas. Ele não vai curar suas dores, mas vai ajudar você a descobrir como lidar melhor com elas. Ele não vai eliminar seus problemas magicamente, mas vai ajudar você a criar suas próprias ferramentas para solucionar com mais eficiência. Ele não vai consertar seus relacionamentos, vai ajudar você a entender o que você pode fazer para ter relacionamentos melhores. Ele não vai deixar você milionário, mas vai ajudar você a lidar melhor com suas finanças.

COMO O COACHING FUNCIONA

Tudo começa com um processo de autoconhecimento. Nessa etapa você vai descobrir e analisar a sim mesmo em diversos aspectos. Entender quais são seus valores, o que move você, quais são seus medos e dificuldades, identificar suas crenças, limitações e pontos fortes. Tomar consciência de seus padrões de comportamento que podem ajudar ou prejudicar você.

Quando você olha para si, descobre o que está provocando suas insatisfações e será capaz então, de determinar o que quer conquistar ou onde quer chegar. Aqui estamos na fase de identificação e determinação de objetivos e metas.

A partir daí o trabalho segue para um planejamento eficiente, ações adequadas e desenvolvimento de comportamentos que possam auxiliar a conquista de suas metas.

Pronto! Você é que vai realizar tudo, o coaching é a forma de conseguir isso com mais eficiência e de forma mais rápida e objetiva.

É claro que estou simplificando para ficar fácil de entender, entre um ponto e outro (estado atual e estado desejado), existe um processo de conscientização, comprometimento, dedicação e parceria entre Coach e o seu cliente.

Veja que em momento algum eu falei que vai se curar, tratar ou qualquer outro termo que possa levar a entende que coaching é milagre. Não é!

Coaching é sua ação direcionada para seu objetivo com o auxílio de um profissional habilitado em ferramentas e técnicas que te ajudam nessa jornada.

PORQUE TEM TANTOS COACHES

Pelo que tenho observado nos últimos anos, as respostas mais óbvias são:

1. Falta de oportunidades de empregos: Muitos profissionais qualificados de diversas áreas perderam suas posições no mercado de trabalho formal e viram no coaching uma oportunidade de mudar de carreira, obter independência financeira.

2. Cursos de formação em coaching são lucrativos: A demanda desses profissionais que perderam emprego e ainda mais, de pessoas com o desejo de empreender aumentaram muito a demanda por cursos de formação que se tornou um negócio extremamente lucrativo e com altos investimentos em marketing. Cada turma pode formar 100 profissionais por vez. E não estou dizendo que isso é ruim.

A questão aqui é que existem muitas pessoas que se habilitaram nos métodos de coaching, mas muitas infelizmente se dizem Coach sem nenhuma formação ou conhecimentos prévios necessários para atuar. O termo acabou sendo utilizado de forma distorcida, por se tratar de algo novo e ter alguns exemplos de grande sucesso, atraindo todo tido de pessoa. As boas e as nem tantos.

Ainda não existe uma regulamentação da profissão e nenhum critério para exercer, apesar das formações sérias enfatizarem muito questões éticas quanto a atuação do Coach, nem todo mundo liga para isso. Se coloca como Coach e pronto. Quem vai dizer o contrário?

Infelizmente os clientes que são atraídos por esses profissionais despreparados é que pagam o pato. Assim como em qualquer área de atuação, existem profissionais bons e ruins e temos a tendência de generalizar tudo e normalmente pelo lado mais negativo – o que é normal porque é assim que nosso cérebro funciona.

ONDE ISSO VAI PARAR?

Estamos em um processo de maturação da profissão, já se cogitam projetos de lei para regulamentar e criar diretrizes éticas e legais de atuação desses profissionais. Mas enquanto isso não acontece, minha recomendação é mantermos nossa mente aberta, sem julgamento prévio, vamos analisar caso a caso antes de sairmos falando mal desse ou daquele. Sei que é difícil, pois julgamos a todo momento, qualquer coisa sem nem perceber, é natural.

Neste momento eu vejo como se estivesse se separando o joio do trigo. Os bons estão se estabelecendo e os ruins estão caindo, um tipo de seleção natural. Com o tempo, esse processo de maturação vai chegar ao ponto de equilíbrio.

Agora, se você sente que precisa de ajuda no seu momento de vida, não elimine a ajuda de um Coach por julgamentos pré-concebidos. É importante pesquisar os profissionais, não sair se iludindo com qualquer promessa. O processo é realmente muito eficaz.

Bom, já está muiiiito grande esse negócio aqui.

Nós próximos eu vou falar um pouco sobre quando é que a gente precisa da força de um Coach e como identificar os “picaretas” antes de contratar.

Grande abraço e se achar legal, dá uma olhada nas minhas redes, vira e mexe tem conteúdos sobre desenvolvimento pessoal, carreira e muito mais.


5 visualizações
  • LinkedIn ícone social
  • Facebook ícone social
  • YouTube
  • Instagram

© 2015 by Nanda Ricci.