Economia de energia emocional


Não há dúvida de que muitos de nós estão enfrentando muito medo, estresse, ansiedade e incerteza devido à pandemia do COVID-19. Tantas coisas agora estão fora de nosso controle.


• Temos medo de nossa saúde e problemas financeiros.

• Ficar em isolamento é muito diferente do que estamos acostumados.

• A sociedade como a conhecemos mudou - por enquanto, de uma forma desordenada.


Com tanto caos acontecendo ao nosso redor, é fácil ser soterrado por uma avalanche de emoções, pelo pânico, histeria e negatividade.


Vemos o que está acontecendo pelo mundo, em nosso próprio país, e nos sentimos impotentes, então hoje eu queria lembrar de você que ainda é possível ter controle sobre suas vidas.

Seu poder é saber que você ainda tem opções e hoje quero trazer a consciência para 6 coisas que você ainda escolhe neste momento de incerteza e aqui vai a primeira


1. Economia de energia emocional

No momento, nossa energia emocional é muito preciosa e devemos fazer o possível para preservá-la. Você pode estar desperdiçando, inconscientemente, sua energia em coisas que não te levarão a nada.


• Por exemplo, você pode sentir que está fazendo tudo certo e todos os outros estão fazendo errado.

• Você pode se sentir zangado com o político, o CEO, o chefe de algo assim porque eles estão cometendo um grande erro em relação a uma decisão importante que afeta todo o país, todo o estado, todo o negócio.

• Talvez você sinta nojo das pessoas que estão brigando por algo tão mesquinho quanto papel higiênico. Ou com raiva das pessoas que estão ignorando as regras de isolamento. A verdade é que não podemos controlar como os outros fazem ou como se comportam.


Então eu te pergunto, como sentir raiva, decepção, nojo, de coisas, pessoas ou acontecimentos, que não são sua responsabilidade, vai te ajudar?

Você gostar ou não de certas coisas, não vai mudar nada. Ficar esbravejando, pensando inconformado, não te ajuda em nada na prática.


Você só pode cuidar daquilo que está dentro da sua realidade direta então, se não temos muito como interferir, não diretamente, porque se desgastar emocionalmente com essas questões?


Julgar como os outros estão se comportando durante essa pandemia do COVID-19 é emocionalmente desgastante. Lembre-se de que a raiva é mais fácil de processar do que o medo. E é exatamente por isso que essa pandemia pode trazer à tona o pior das pessoas. Economize sua energia emocional, porque, até certo ponto, todos temos medo de um futuro incerto.


NA PRÁTICA:

Separe alguns minutos do seu dia para avaliar por onde está “vazando” energia emocional fazendo 3 listas:


Lista 1 – Colocando para fora

Escreva sem julgamento tudo que passa pela sua cabeça quando se faz as seguintes perguntas:

• Quais são minhas principais preocupações?

• O que tem me incomodado mais?


Lista 2 – Separando o joio do trigo

Analise cada coisa da lista 1 pensando: eu tenho poder sobre isso?

Por exemplo: O Governador X que só faz bobagem!


Eu posso fazer ele deixar de fazer bobagem?

– Não tenho poder sobre as atitudes do governador.

(Veja bem, não significa que não pode sentir indignação, mas quanto da minha energia eu gasto por dia pensando e me chateando com isso?)


Então risque da lisa 1 o que “não te pertence” e reescreva na lista 2 aquilo que você pode agir diretamente.


Lista 3 – Desatando nós.

Tudo que colocou na lista 2 como incômodos e que tem poder de resolver, deve virar uma solução na lista 3.


Você colocou na lista 2 que está se incomodando com a quantidade de vezes que tem comprado comida fora, quando deveria estar economizando e fazendo uma reserva, por exemplo.

Na lista 3 você vai criar uma solução para diminuir ou eliminar esse incômodo.

Eu fiz alguns vídeos falando sobre algumas "dores" que estamos sentindo, pra gente tentar se ajudar né... Se quiser dar uma olhada, quem sabe tenha algo que te ajude.



Fique de olho nos próximos artigos, serão 6 ao todo.


E se você precisar de alguma ajuda, quiser compartilhar suas experiências, suas dúvidas, suas angustias e eu puder ajudar, conte comigo, estamos todos na mesma tempestade.

Fique bem!

35 visualizações
  • LinkedIn ícone social
  • Facebook ícone social
  • YouTube
  • Instagram

© 2015 by Nanda Ricci.